IPC-S desacelera na segunda quadrissemana de janeiro

IPC-S de 15 de janeiro de 2021 variou 0,52%, ficando 0,27 ponto percentual (p.p) abaixo da taxa registrada na última divulgação. Com este resultado, o indicador acumula alta de 0,52% no ano e 5,10% nos últimos 12 meses.

Nesta apuração, três das oito classes de despesa componentes do índice registraram decréscimo em suas taxas de variação. A maior contribuição partiu do grupo Habitação (1,97% para 0,74%). Nesta classe de despesa, cabe mencionar o comportamento do item tarifa de eletricidade residencial, cuja taxa passou de 7,16% para 2,00%.

Também registraram decréscimo em suas taxas de variação os grupos: Vestuário (0,90% para 0,87%) e Transportes (0,62% para 0,61%). Nestas classes de despesa, vale destacar o comportamento dos itens: acessórios do vestuário (0,75% para 0,53%) e tarifa de táxi (5,66% para 0,16%).

Em contrapartida, os grupos Educação, Leitura e Recreação (-2,20% para -2,15%), Saúde e Cuidados Pessoais (0,53% para 0,55%), Comunicação (0,00% para 0,02%), Alimentação (1,49% para 1,50%) e Despesas Diversas (0,32% para 0,33%) apresentaram avanço em suas taxas de variação. Nestas classes de despesa, vale citar os itens: cursos formais (1,62% para 3,05%), medicamentos em geral (0,18% para 0,27%), mensalidade para internet (-0,48% para -0,24%), hortaliças e legumes (1,18% para 4,64%) e conselho e associação de classe (0,00% para 0,28%).

A próxima apuração do IPC-S, com dados coletados até o dia 22.01.2021 será divulgado no dia 25.01.2021.

Rio de Janeiro, 18 de janeiro de 2021.

Por Portal IBRE FGV

Start typing and press Enter to search

Ligue para nós!
Iniciar Conversa
1
Olá! Como posso te ajudar?
Clique na seta abaixo para iniciar uma conversa